A prática de yoga para idosos pode tornar o envelhecimento em um momento bem mais ativo e saudável. Nessa etapa da vida, a atividade traz benefícios incontáveis: melhora o humor, eleva a autoestima, estimula a função cardíaca e aumenta a capacidade cognitiva, entre outros.

Assim, essa prática milenar faz muito bem ao corpo e à mente, podendo tornar a rotina do idoso bem mais tranquila e equilibrada.

Quer saber mais? Confira, neste artigo, a importância da yoga na terceira idade e os principais cuidados para realizá-la em segurança. Boa leitura!

Confira os benefícios da yoga para idosos

A seguir, destacamos algumas vantagens acessíveis pela prática da yoga na terceira idade. Veja quais são elas:

Diminuir a ansiedade e o estresse

Melhorar o equilíbrio postural ajuda o idoso alcançar mais autonomia para execução das tarefas de rotina. Quando o idoso se sente mais seguro, há sensível melhora da autoestima, o que ajuda a reduzir a ansiedade e o estresse.

Essa é uma das principais vantagens da yoga na terceira idade e esses resultados são percebidos tão logo que os exercícios são iniciados. Além do mais, incentivar o idoso a essa prática ainda favorece a socialização e o convívio com pessoas com experiências semelhantes às dele.

Prevenir quedas

Uma das funções da yoga é a sustentação muscular. Esse exercício trabalha a musculatura de modo a gerar forças maiores do que a gravidade, o que promove o aumento do tônus muscular. 

Na terceira idade, trabalhar alternativas que diminuam os impactos das doenças ósseas e articulares é fundamental para prevenir o risco de quedas. A yoga é bastante recomendada, já que o fortalecimento muscular e dos ligamentos ajuda a reduzir a incidência de fraturas.

Melhora a capacidade de concentração e de memória

Em qualquer fase da vida, a realização de exercício físico regular ajuda a aumentar a liberação de substâncias cerebrais reguladoras do metabolismo.

Sobretudo no envelhecimento — quando o natural processo degenerativo compromete as funções vitais — a prática de yoga torna-se uma atividade importante. O estímulo à capacidade de concentração e de memória reduz os riscos de doenças como Alzheimer e Parkinson.

Melhorar a qualidade do sono

Atividades como a yoga são construtivas, enriquecedoras e melhoram a qualidade do sono dos idosos. Ela auxilia em diferentes aspectos que envolvem a saúde mental e física: torna a respiração mais coordenada e consciente, pacifica o lado emocional e energiza o corpo positivamente.

​Veja os principais cuidados exigidos na prática da yoga para idosos

Antes de realizar qualquer atividade física, é altamente recomendável uma avaliação médica. Isso ajuda a aproveitar melhor os resultados dos exercícios e ainda evita surpresas negativas. Também é importante que o idoso pratique a yoga com o auxílio de um familiar ou de um cuidador profissional.

Na verdade, esses cuidados são importantes para evitar que os benefícios da yoga tornem-se um risco, caso o estado físico do idoso não seja compatível com a prática dessa atividade.

Percebe-se, por fim, que a yoga para idosos está entre as atividades mais recomendadas atualmente. Entretanto, é preciso analisar as condições de saúde do idoso a fim de que ele possa realizar os exercícios com segurança e desfrutar de seus benefícios.

Gostou deste artigo? Então, veja também 7 dicas que podem ajudar o idoso a ter mais autonomia e bem-estar!

Escreva um comentário

Share This