Tag

vida real

Browsing

Aqui vai uma opinião sobre os cabelos brancos diante do espelho!

Já foi tempo em que os cabelos brancos apareciam apenas por volta dos 50 anos de idade. Muitos jovens se assustam diante do espelho ao encontrar fios descoloridos saindo do couro cabeludo, mas isso não é sinal de que está ficando idoso. A velhice, como muitos chamam com tom preconceituoso de decadência, é permanente e progressiva. Não tem como evitar, a não ser se cuidar para recebê-la se mantendo sempre saudável. A velocidade da despigmentação depende do organismo de cada um, da genética. Os médicos alertam, entretanto, que não é saudável arrancar fios de cabelo da cabeça – esse processo pode danificar o folículo e ele nunca mais crescer como devia. Alguém quer se arriscar? Os cabelos brancos sempre foram assustadores para muita gente. O terror das pessoas que temem pelo envelhecimento. Geralmente elas jogam suas frustações como críticas para cima daqueles que querem assumir os cabelos grisalhos, muito além da moda.…

Elevando a autoestima e renovando as esperanças para além da pandemia

Vivemos um momento onde a tecnologia oferece tantas opções e oportunidades de mudanças de vida em todos os sentidos. Embora isso aconteça é muito comum sentirmos um vazio, desesperança, descontentamento, infelicidade. São tempos difíceis, que nem sempre as coisas acontecem como queremos. Antes da pandemia, estávamos vivendo de forma corrida, não tínhamos tempo pra nada! Vivíamos ocupados com nossas tarefas do dia a dia. De repente fomos “forçados a parar”, a pandemia nos parou. Começamos a ser um pouco mais reflexivos… a prioridade era sempre o outro! Priorizar o outro nos faz ter baixa autoestima, nos trazendo tristeza constante, infelicidade, insatisfação, pessimismo, além da sensação de insuficiência, de nos sentirmos feios, pois não temos tempo pra nós mesmos. Abandonamos nossos sonhos e projetos, acumulamos lixo emocional. É preciso saber dizer NÃO, quando não queremos fazer algo. Quando não nos amamos, não rompemos! Ficamos estagnados, sem conseguir dar sequência aos nossos…

× Fale com a Dila!