Tag

#FisioterapiaIdosos

Browsing

Fisioterapia para idosos com demência

Em todo o mundo, a demência tem aumentado significativamente, acarretando em alto custo para o tratamento e acompanhamento dos idosos acometidos, já que não apresentam cura e são, em grande parte, progressivas. Em geral, dentre os prejuízos cognitivos na demência, incluem-se os do pensamento, da memória, da compreensão, da orientação, da linguagem, da capacidade de aprendizagem, do cálculo, do pensamento abstrato e do julgamento. Para o diagnóstico é essencial que esses prejuízos causem comprometimento significativo nas atividades profissionais, ocupacionais e sociais do indivíduo. As perdas cognitivas nas demências, como já mencionadas anteriormente (dependendo das suas causas e localização dos danos cerebrais), em suas progressões clínicas, surgem alterações que se manifestam fisicamente nos idosos. Como por exemplo: os prejuízos na marcha, incoordenação motora, tremores, lentidão dos movimentos, instabilidade postural, dentre outros. O papel do fisioterapeuta na abordagem de um idoso com demência é complementar às abordagens das demais categorias da saúde.…

× Fale com a Dila!