Tag

#cresçanacarreira; #cuidadordeidosos; #cursodecuidador; #homecare; #cidadoresespecializados;

Browsing

Cartilha de Prevenção de Quedas de Idosos

Quando se trata do bem estar de um idoso, todo cuidado é necessário! O Brasil se tornou um país com um grande quantitativo de idosos e, isso se dá pela junção de alguns fatores, sendo alguns a melhoria na expectativa de vida, o avanço da ciência e da medicina, além de outros fatores. Conforme Censo populacional realizado pelo IBGE, a quantidade de pessoas idosas cresce a cada dia e, a expectativa é de que se mantenha crescendo e, que até o ano de 2025 tenhamos no Brasil uma população de pessoas idosas de cerca de 33 milhões. As mudanças pelas quais o corpo passa durante o processo de envelhecimento determinam algumas mudanças de comportamento e assim também a necessidade de adaptações referentes à nova estrutura corporal das pessoas idosas. Amor carinho e uma boa experiencia! Uma adaptação significativa se refere à prevenção de quedas, uma vez que estas são, recorrentemente,…

Ir ou não ir no médico? Eis a questão!

Quando você deve procurar um médico? Entender seu corpo é estar equilibrado e balanceado com a vida. A resposta parece simples, quando há em seu corpo algum sintoma, um alerta com dores. Mas às vezes, pode ser difícil descobrir se você realmente precisa marcar uma consulta para a avaliação do médico. Principalmente se a dor for no peito ou se o sintoma for uma fraqueza súbita, tontura ou alterações na visão. Neste caso, não espere pela consulta médica que pode não ser no mesmo dia marcado. É preciso ir ao mais próximo pronto-socorro e o mais rápido possível. Atrasar o tratamento pode, em muitos casos, ter um impacto significativo na sua saúde e bem-estar. Não deixe prolongar os sintomas que surgem no seu corpo. Seja eficaz para descobrir o que realmente sente e assim optar por uma consulta médica ou a ida ao pronto-socorro. Aqui estão 6 sintomas que você…

Governo alemão investe em formação de Cuidadores de Idosos

Veja o que pensa um dos países mais desenvolvidos do mundo sobre a profissão que trata os idosos – Um exemplo a ser observado. Prevenção é prioridade de aposentados na Alemanha ao planejarem os anos em que precisarão de cuidados. Todavia asilos são opção para boa parte dos alemães, mas governo pretende criar milhares de empregos para cuidadores de idosos. No ano passado, tive que sair temporariamente da casa em que vivia em Bonn, no oeste da Alemanha, para que os proprietários, que moravam no andar de cima, fizessem uma reforma. “Já queremos nos preparar para quando não pudermos mais subir as escadas”. Explicaram. O casal aposentado mudou toda a estrutura para que a casa pudesse acomodar os dois velhinhos no dia em que precisem de cuidados especiais. “Olha, esta porta agora é bem ampla, e não há nenhum degrau. Assim, podemos entrar com a cadeira de rodas”. Disse o médico…

Diferenças entre o cuidador de idoso e um técnico em enfermagem

Saber as diferenças entre o cuidador de idoso e técnico em enfermagem é fundamental. Principalmente na hora de escolher o profissional adequado às suas necessidades. Para quem tem pessoas em idade avançada em casa que necessita de atenção especial, o ideal é contratar um profissional que tenha formação específica. O crescimento da população de idosos tem refletido na longevidade do brasileiro, o que aumentou a demanda por certas especialidades na área de saúde. No entanto, para cuidar de quem está no período da velhice — ou de pessoas de qualquer idade — é preciso ter alguns atributos e habilidades especiais. Neste artigo, apresentaremos algumas características comuns ao cuidador de idosos e técnico em enfermagem. Destacaremos, ainda, as diferenças entre esses dois profissionais tão importantes para auxiliar na superação das limitações do envelhecimento. Boa leitura! Quais as principais atribuições do técnico de enfermagem? A formação do técnico de enfermagem dura, em média, de 1 a 2…

4 maneiras de investir na sua capacitação profissional.

Buscar conhecimento e aprimorar os saberes é sempre positivo, principalmente em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Por essa razão, toda pessoa que deseja se destacar em seu ramo de atuação precisa investir em sua capacitação, como forma de adquirir uma nova postura profissional. Essa regra vale para qualquer área de atuação, inclusive para cuidadores de idosos, que precisam ter uma capacitação específica e procurar sempre cursos que agreguem conhecimento ao seu trabalho. Oportunidade é o que não falta, e já existem diversos tipos de cursos e treinamentos para especializar-se em sua área ou até mesmo para procurar uma nova área de atuação. Neste post, conheça alguns cursos de capacitação e as principais diferenças entre eles! 1. Cursos livres São cursos que não exigem um nível de escolaridade alto; em vez disso, costumam exigir uma idade mínima, de acordo com a maturidade esperada pelo curso. Normalmente, os cursos livres oferecem uma capacitação…

Fique por dentro da legislação para cuidador de idosos

O Brasil passa por um momento de envelhecimento da população idosa, já que as pessoas com mais de 60 anos representam cerca de 15% de seus habitantes. Em vista disso, cresce a demanda por profissionais especializados em cuidar de quem está nessa faixa etária, pois, com a rotina corrida, nem sempre os familiares dão conta da tarefa. No entanto, caso você pretenda desempenhar essa atividade, é preciso atentar à legislação para cuidador de idosos. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e conheça quais são as leis que regem a profissão, os direitos e os deveres do profissional! Qual é a legislação para cuidador de idosos? A legislação específica para cuidador de idosos — o Projeto de Lei 284/2011 — está em trâmite no congresso nacional desde 2012 e representa um marco na regularização da atuação desse profissional. Mas quais as novidades da lei? Projeto de Lei 284/2011 O projeto de…

Cuidar de pessoas: é possível desenvolver esse talento?

Algumas pessoas se apresentam naturalmente mais protetoras, sensíveis e dedicadas com o bem-estar do próximo do que outras. No entanto, nem sempre elas conseguem enxergar essas características como um talento a ser desenvolvido. Para cuidar de pessoas, essas qualidades citadas são essenciais na vida profissional, associadas a algumas habilidades que também podem ser desenvolvidas. Nesse sentido, o cuidado como profissão não se trata simplesmente de ajudar o outro, mas zelar pelo seu bem-estar, mantendo e restabelecendo sua saúde física e psicológica. É importante que, ao se tornar um cuidador, o indivíduo procure desenvolver ainda mais esse talento para estar preparado para todo tipo de situação, sabendo lidar com imprevistos de maneira não prejudicial ao paciente e nem a si mesmo. Se você já gosta de ajudar as pessoas ou deseja desenvolver esse talento, continue a leitura. A seguir, mostraremos 4 estratégias que podem ajudar você nesse processo. Fazer cursos para cuidadores Essa é a melhor e…

5 motivos para contratar um cuidador de idosos

Se você tem um familiar idoso certamente deseja que esteja bem cuidado e em segurança. Deseja que ele se sinta amparado e confortável, não é mesmo? Talvez você não saiba mas existem cuidadores especializados formados dentro de normas rígidas. Um cuidador não são acompanhantes apenas, são técnicos aptos a cuidar da saúde de seu familiar  Sensação de acolhimento Um cuidador de idosos é um profissional que está preparado para oferecer a atenção necessária para manter a saúde da pessoa atendida. O idoso, por sua vez, tende a se sentir mais acolhido e compreendido com o profissional Elevar a qualidade de vida da família Contar com um cuidador de idosos significa que a família terá mais tempo para outras atividades de forma tranquila sabendo que o idoso cuidado também está confortável sem a ansiedade causada pela sensação de dependência que é comum nesses casos. Apoio em emergências Quem cuida de idosos com doenças…

Confira as principais tendências do mercado home care em 2018

Segundo esta pesquisa realizada pelo IBGE, de 1940 a 2015, a expectativa de vida do brasileiro passou de 45,5 anos para 75,5 anos, aumentando 30 anos. As áreas de saúde da família e cuidados domiciliares, também conhecidas como home care, vêm crescendo significativamente nos últimos anos. Essas áreas são promissoras para o futuro por conseguirem manter o cuidado ao paciente fora do ambiente hospitalar, permitindo a presença e o auxílio dos familiares durante o tratamento, o conforto domiciliar ao paciente e evitando exposição a infecções hospitalares. Continue a leitura deste post para conhecer mais sobre essa área tão promissora e saiba como fazer parte dela. Por que escolher o home care? O período de internação em um hospital é extremamente estressante. O desconforto, o medo, a mudança de ambiente, os cuidados feitos por desconhecidos e outros motivos levam as pessoas a optarem pelo serviço home care. Ter a liberdade de…