Saudade dos abraços.

Saudade das visitas da família.

Com a pandemia essas são as principais ausências do nosso dia a dia, mas que se acentuam cada vez mais na rotina dos idosos com a chegada do Natal, época de confraternização.

Qual é o sentimento natalino para os idosos por conta do Covid-19 – que só aumenta pelo mundo com grande índice de mortes?

Sem visitas em casa, são eles os que mais sofrem com a falta de um abraço. Saudade é o resumo de tudo o que eles passam com a falta da presença de amigos e parentes no ambiente onde moram. Seja em casa ou num asilo.

Mas, na verdade nós, não estamos num momento de tristeza, mas, sim, de celebração! Porque apesar dos pesares estamos vivos e sobrevivemos a essa tempestade, que ainda acontece. É por isso que, perto ou distante do outro, devemos celebrar sempre com alegria.

Nunca fez tanto sentido celebrar a vida, o amor, a compaixão, o respeito.

Temos que valorizar esse momento como oportunidade para acreditar num mundo melhor, numa sociedade melhor, quando um olhar pode dizer muita coisa que um abraço não pode.

Não esqueça de falar com os idosos de sua família no Natal. Telefone, faça reunião no zoom, celebre junto a ele, mesmo que à distância. O abraço virtual também vale e, nesse ano, ele é o que vai aquecer os corações de muitos de nós.

Feliz Natal para você e os seus!

 

 

Se precisar de alguma informação, entre em contato pelo Whatsapp. 

× Fale com a Dila!