Você quer ingressar na carreira e gostaria de saber o salário de cuidador de idoso? Os ganhos podem variar de acordo com a região e o com o perfil profissional de cada um. Mas uma coisa é certa: a profissão é promissora!

Com o envelhecimento da população, a demanda por especialistas em cuidar de pessoas com idade avançada também está crescendo. Porém, o mercado está exigente e para garantir sua vaga é necessário ter inteligência emocional e se preparar.

Veja a seguir, o que é preciso para ser um cuidador de idoso e a média salarial do profissional. Boa leitura!

O que faz um cuidador de idoso?

O profissional tem a função de zelar pelo bem-estar do cidadão da terceira idade. A rotina inclui cuidados com a alimentação, higiene, medicação, locomoção e até prestar apoio emocional ao idoso.

Aliás, incentivar a leitura e auxiliar nas atividades ao ar livre também são trabalhos do profissional. Além do cuidado com corpo, o cuidador de idosos tem papel fundamental na manutenção das capacidades intelectuais do indivíduo.

Entretanto, o tratamento se diferencia dependendo das dificuldades da pessoa: alguns requerem mais atenção, outros desejam apenas uma companhia. Independente das necessidades, o cuidador de idosos precisa de qualificação e sensibilidade para lidar com pessoas.

O profissional pode atuar em residências particulares, casas de repouso, asilos, hospitais, centros de recuperação, clínicas especializadas e até mesmo empresas de turismo para idosos.

Vale a pena investir na carreira?

Claro que sim! A população está envelhecendo e, com isso, cresce a procura por profissionais para cuidar dos idosos. Muitas famílias não têm tempo, nem condições psicológicas para zelar pelo familiar de forma adequada. Por isso, contratar um cuidador de idosos se torna prioridade.

Se você deseja se destacar na área e garantir um posto de trabalho, é imprescindível investir em cursos de capacitação. O treinamento ensina fundamentos essenciais para os cuidados com a terceira idade. Além disso, a especialização pode impactar no salário recebido. Quanto mais qualificado o profissional, maiores as chances de ser bem remunerado pelo trabalho exercido.

Porém, um cuidador de idosos só será bem-sucedido se tiver paciência, dedicação e realmente gostar de trabalhar com pessoas. Além da qualificação, exercer a função com prazer é o maior propulsor para a carreira.

E afinal, qual o salário de cuidador de idoso?

O cuidador de idosos tem o salário mínimo assegurado — R$ 954,00. No entanto, o profissional pode chegar a ganhar R$ 3.000,00 mensais. Tudo depende da região, qualificação e experiência do cuidador de idoso. Veja o salário médio nas principais capitais do país:

  • São Paulo: R$ 1.447,76;
  • Rio de Janeiro: R$ 1.326,89;
  • Salvador: R$ 1.146,48;
  • Brasília: R$ 1.249,46;
  • Belo Horizonte: R$ 1.291,66;
  • Fortaleza: R$ 1.255,78;
  • Curitiba: R$ 1.380,16;
  • Manaus: R$ 1.198,92;
  • Recife: R$ 1.199,19;
  • Porto Alegre: R$ 1.290,55.

Quanto mais capacitado for o profissional, maior será o seu salário. Entretanto, o ganho não deve ser o único aspecto a ser observado. Para conquistar o trabalho dos sonhos você precisa gostar do que faz e investir em qualificação.

Gostou deste conteúdo? Quer saber mais sobre o curso de cuidador de idosos? Então, entre em contato conosco.

Escreva um comentário

Share This