A expectativa de vida do brasileiro vem aumentando nos últimos anos e isso tem feito com que o número de pessoas idosas também crescesse. Em um processo natural da vida, o envelhecimento traz algumas consequências, como limitações físicas, motoras e cognitivas.

Nesse cenário, a profissão de cuidador de idosos é bastante promissora, visto que as famílias, que estão menores, prezam pela velhice tranquila dos seus entes queridos.

Basicamente, os deveres do cuidador de idoso dizem respeito à manutenção da qualidade de vida e bem-estar do paciente. Para exercer essa profissão é preciso buscar capacitação na área e desenvolver algumas características.

Se você quer saber se essa função é para você, conheça quais são as principais atribuições de um cuidador ao longo deste post.

Cuidar da higiene pessoal

Manter uma boa higiene pessoal é fundamental para a saúde de qualquer pessoa. No entanto, quando o idoso perde a sua capacidade cognitiva ou motora, ele pode não conseguir ter os cuidados mínimos consigo mesmo.

Por isso, um dos deveres do cuidador deve ser garantir a higiene pessoal do idoso. Dependendo das condições do paciente, esse cuidado pode ser apenas um incentivo ou auxílio em alguns momentos, como pentear o cabelo, fazer a barba ou cortar as unhas, por exemplo.

No entanto, se o idoso tiver suas capacidades muito comprometidas, pode ser necessário auxiliar nos seguintes momentos:

  • ir ao banheiro;

  • tomar banho;

  • escovar os dentes;

  • trocar fraldas;

  • limpeza do corpo em geral;

  • cuidados com aparência.

Fazer companhia para o idoso

Outra atribuição de extrema importância de um cuidador é a companhia. Isso porque, ao chegar nessa fase, muitas pessoas se tornam solitárias e não têm com quem conversar. Além disso, é preciso prezar para que o paciente tenha uma vida agradável e tranquila.

É essencial incentivar o idoso a fazer atividades prazerosas, como ler, caminhar, jogar etc. Também é muito importante inserir a pessoa cuidada nos assuntos que dizem respeito a ela, ouvindo sua opinião quando possível, para que se sinta útil e mantenha ao máximo sua autonomia.

Auxiliar nas atividades domésticas

Um cuidador deve zelar pelo ambiente em que vive o idoso, tornando-o confortável, agradável e seguro. Em alguns casos, pode ser preciso auxiliar no preparo de refeições, escolha de vestuário ou outras tarefas cotidianas.

Entretanto, o cuidador não deve ser um empregado doméstico. Apesar de algumas famílias buscarem um faz-tudo, que cozinhe, limpe, lave, passe e ainda cuide do paciente, o trabalho deve se restringir apenas ao idoso e a coisas relacionadas a ele ou outros pontos descritos previamente em contrato.

Zelar pela saúde

Outra função primordial de um cuidador é zelar pela saúde do idoso. Isso inclui seguir as recomendações médicas, ministrar medicamentos, trocar curativos e monitorar a saúde geral do paciente ao longo do dia (se apresenta vômitos, diarreia ou outra alteração fisiológica).

Ainda, nos cuidados da alimentação, auxiliar no preparo e montagem do cardápio, de acordo com orientações nutricionais e até na ida ao mercado para ajudar na compra dos alimentos.

Vale destacar que esse cuidado não deve substituir o trabalho de profissionais de enfermagem, muito menos o do médico. O cuidador deve ser um aliado nesse processo.

Além dos deveres do cuidador de idoso, é importante saber que existem algumas características que podem ser aprimoradas para melhorar o desempenho no trabalho, tornando-o mais humano e próximo do paciente.

Ter empatia para se colocar no lugar do idoso, paciência com as suas dificuldades, apresentar flexibilidade com o inesperado são alguns dos pontos que ajudam no desenvolvimento profissional e pessoal e que podem tornar a vida do paciente muito mais agradável.

Se interessou pela profissão e quer saber como se tornar um cuidador de idosos? Entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas!

Escreva um comentário

Share This