A chegada da terceira idade, muitas vezes, vem acompanhada de algumas limitações. É nesse período que o indivíduo começa a desenvolver alguma necessidade de auxílio, seja por motivo de doença ou devido ao envelhecimento natural do corpo. E à medida que a nossa idade vai avançando, podem surgir algumas doenças comuns dessa faixa etária e que acometem o idoso a ponto de ele necessitar da ajuda de outras pessoas, como familiares e cuidadores.

Atividades simples como se locomover, se alimentar, cuidar da higiene pessoal e fazer serviços domésticos, muitas vezes, se tornam difíceis e até frustrantes. Devido a essas dificuldades, é preciso ter alguns cuidados com a saúde do idoso.

Continue a ler este post e conheça os cuidados básicos necessários para proporcionar uma qualidade de vida adequada ao idoso.

Auxilie-o na locomoção

Seja por motivo de doença ou mesmo pelo avanço da idade, é comum o deslocamento dos mais velhos se torne lento e seja prejudicado. E quase sempre, o fato de simplesmente necessitar de outra pessoa para se levantar ou andar até algo próximo pode mexer com a autoestima. É preciso ter paciência e empatia sempre.

Então, sempre que for preciso, auxilie o idoso a se movimentar. Mantendo a calma, permita que ele imponha o ritmo dele e respeite seus limites.

Em alguns casos, o idoso pode precisar inclusive de auxílio integral, dependendo completamente de ajuda para se movimentar.

Mantenha o ambiente seguro

É necessário proporcionar segurança nos ambientes em que o idoso possa estar. Para que seu deslocamento seja livre de acidentes, remova objetos que possam causar tropeços, quedas e choque. Em vez de tapetes comuns, prefira os antiderrapantes e evite, ao máximo, deixar os pisos molhados e escorregadios.

Certifique-se de que o ambiente esteja sempre bem iluminado e de que os móveis estejam dispostos de forma a tornar a mobilidade fácil e segura. E mantenha objetos de uso frequente sempre por perto e à mão. Organize armários para tornar o acesso seguro e acrescente barras de segurança em banheiros se necessário. São apenas algumas dicas.

Cuide do asseio, nutrição e outras carências

higiene e alimentação podem ficar prejudicadas dependendo do nível de limitação do idoso. Nessas circunstâncias, o cuidador deve auxiliar o idoso em tudo: no banho, durante a higiene oral e a íntima, ao se barbear ou se maquiar e até ao se vestir. Quanto à alimentação, é necessário se responsabilizar pela compra de mantimentos, preparo dos alimentos e até mesmo por ajudar o idoso a consumi-los.

Também pode ser preciso ajudar nas tarefas domésticas e outras cotidianas, como acompanhar nas consultas médicas e ministrar os medicamentos nos horários corretos.

Incentive o idoso a fazer dieta e atividades físicas

Algumas limitações físicas típicas do envelhecimento podem causar risco à segurança e integridade do idoso, além de dor e desconforto. Por isso, é preciso manter uma alimentação equilibrada, evitando excessos e o consumo de alimentos nocivos. Também é muito importante manter o idoso hidratado, oferecendo-lhe líquidos ao longo do dia.

E para estimular o corpo e melhorar o bem-estar, é essencial que ele também faça algum tipo de atividade física. Até mesmo uma caminhada curta pode fazer grande diferença no dia a dia.

Estimule a interação social

O contato do idoso com familiares e amigos é muito importante para garantir o seu bem-estar e manter a autoestima. Então, incentive-o a participar de conversas, jogos de desenvolvimento cognitivo e atividades físicas em grupo. Mantenha-o informado sobre as notícias, ajude-o com leituras e mostre interesse e paciência.

É preciso ter empatia e entender as necessidades de cada um, respeitando suas vontades e demonstrando carinho e zelo. Esses pequenos gestos são capazes de manter os mais velhos alegres e motivados.

Viu como a atenção com o idoso vai muito além de cuidados específicos de controle de doenças? Tarefas simples podem ser um grande desafio em suas vidas e se tornarem frustrações. O auxílio de um profissional home care para os cuidados básicos é essencial para manter o idoso com uma qualidade de vida adequada e melhorar o seu bem-estar.

Que tal saber mais sobre saúde do idoso? É só assinar a nossa newsletter e receber conteúdos como este na sua caixa de e-mail.

Share This