Muito além da alimentação e higiene do paciente em domicílio

Para ser um cuidador de idoso é preciso gostar de viver, independente dos seus problemas do dia a dia.  É preciso amar o próximo, não importando a sua crença ou religião. E muito mais do que isso é preciso gostar e entender o envelhecimento.

Assim, penso que são dicas para você desempenhar um ótimo trabalho em domicílio de famílias com costumes diferentes do seu, mas que é o seu dever respeitá-los.  Ali, cumprir a sua função com apoio no aprendizado, talvez durante anos de experiência ou vindo da sabedoria através do estudo constante aliado a prática em alguma escola de capacitação.

Uma vida está em suas mãos e nem sempre o cuidador é um profissional da enfermagem. São funções diferentes, embora ambos contribuem com todos os cuidados e muita atenção à saúde do paciente.

A função do Cuidador de Idoso é garantir o bem-estar dele e, claro, cuidados aos extremos.  Mas o profissional não pode deixar de pensar também no ambiente que cerca esse idoso, porque tudo no espaço pode influenciar no seu conforto.

Estou falando de ficar atento nos mínimos detalhes do ambiente que possa prejudicar a saúde do idoso de acordo com sua prescrição médica.  Observar sintomas e identificar o que pode causar doenças e assim agravar muito mais o quadro de quem está acamado, só para citar um dos casos.

Por exemplo, se o idoso possuir alguma deficiência física é dever do cuidador alertar a família sobre tudo que atrapalhe a boa desenvoltura do paciente. Se ele possui alguma alergia a materiais sintéticos, poeira etc, não pode deixar isso seguir no ambiente sem comunicar a família.

Mas o ponto alto dos cuidados, sem minimizar qualquer outro, é a alimentação e higiene do paciente com ou sem alguma doença. Isso é o básico para o bom andamento do trabalho.

Ah, o cuidador é o grande apoio do idoso e pode acompanhá-lo a consultas médicas, a farmácia para compra de remédios, assim cria-se também uma maior interação entre os dois, favorável para todo o trabalho sempre com alegria.

O bom humor no trabalho diário faz falta a muitos cuidadores e faz uma diferença enorme na saúde e bem-estar do idoso.  O resto é seguir com carinho o que manda o seu coração.


 

Se precisar de alguma informação, entre em contato pelo Whatsapp. 

× Fale com a Dila!