Você já se perguntou porque algumas pessoas têm atitudes e resultados diferentes frente a uma mesma situação? Isso tratando de idosos é ainda mais frequente. Qual a razão pela qual isso acontece? A resposta para essas diferentes formas de lidar com a vida está na maneira como enfrentamos os problemas e como utilizamos o nosso potencial para conquistar os objetivos, por meio do controle da mente. Para entendermos melhor o poder da nossa mente, podemos utilizar as técnicas de PNL – Programação Neurolinguística.

Mas o que é essa PNL? Se você quer saber mais sobre esse assunto e como a PNL pode lhe auxiliar no cuidado com os idosos, leia esse artigo até o final.

Aqui vamos explicar o conceito, quais os princípios, como ela ajuda a gerar novos comportamentos e como pode ser um diferencial na tarefa de cuidador de idosos. Acompanhe!

O que são técnicas de PNL?

A Programação Neurolinguística surgiu com dois pesquisadores americanos, o matemático Richard Bandler e o linguista John Grinder, e tinha com o principal objetivo tratar diversos distúrbios psicológicos, como o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), por exemplo. Apesar de não ser considerada uma ciência, devido a algumas polêmicas envolvendo a metodologia utilizada, a PNL pode ser entendida como um modelo composto por uma série de técnicas focadas em compreender o comportamento humano, baseadas no autoconhecimento e na busca de objetivos.

Um dos benefícios da PNL é auxiliar no desenvolvimento pessoal e profissional por meio de ferramentas e exercícios que moldam diferentes comportamentos, reações, desenvolvem empatia e, até mesmo, auxiliam no processo de falar em público.

Por isso, trabalhar com essa metodologia é um ótimo diferencial para qualquer área de atuação, especialmente para quem trabalha diretamente com pessoas.

Como aplicar no dia a dia?

Para a utilização da PNL no cotidiano, primeiro é preciso compreender que a grande transformação acontece na mente. É ela que vai trabalhar a favor das alterações disponíveis.

Isso pode ser possível graças a diversas abordagens simples, até mesmo durante uma conversa. O importante é não parecer algo forçado, fazendo com que a mudança seja incorporada na vida de forma natural e sem resistência.

Quando se está em busca de autoconhecimento por meio da metodologia da PNL, o recomendado é iniciar o processo logo pela manhã, estabelecendo perguntas para si próprio e traçando os caminhos que deve seguir.

A ideia principal é buscar, por meio do pensamento positivo, a determinação da felicidade como uma meta e criar uma lista de tarefas, e uma maneira tranquila para alcançá-la.

Atualmente, os coaches, que são tipos de líderes ou mentores que têm se popularizado muito nos últimos anos, utilizam a PNL para obter mais resultados junto aos coachees (que são as pessoas que passam pelo processo) e tornam o aprendizado mais eficiente.

Quais os princípios da PNL?

Existem alguns princípios que organizam as abordagens da PNL. Vamos explicar cada um deles a seguir. Confira!

Ancoragem

A ancoragem parte da ideia que o comportamento é reflexo dos nossos pensamentos e da forma como percebemos o mundo. Dessa maneira, as emoções conduzem a maneira como percebemos todas as coisas.

Nesse processo, a âncora atua como uma técnica neurolinguística que conduz os hábitos por meio da fixação de um estado mental positivo, vivido em algum momento pelo indivíduo. Ou seja, há um resgate de um momento em a pessoa desenvolveu um sentimento bom ou conquistou algo para usar essa emoção como âncora para os passos futuros.

O tempo

O tempo deve ser usado de maneira controlada para que tenha o resultado esperado. Para isso, as lembranças devem se aglutinar no passado, que é onde podemos buscar pontos positivos para organizar o presente.

Já o presente é onde mantemos as experiências sensoriais. Onde estão os acontecimentos mais relevantes e, por isso, devemos investir a maior parte dos esforços nele. Por fim, devemos deixar o futuro longe, para não gerar ansiedade.

A comunicação

Na PNL, a forma que realizamos nossa comunicação. Incluindo as palavras que utilizamos, influencia na realidade e na forma de perceber o mundo. Por esse motivo, muitas vezes, temos uma perspectiva que não está de acordo com a percepção dos interlocutores, o que gera um desgaste emocional.

Para trabalhar a comunicação, é importante destacar que cada pessoa tem dois tipos de comunicação: a interna e a externa.

A comunicação interna diz respeito a tudo que sentimos e pensamos. Enquanto a externa está ligada às palavras que são ditas, gestos comportamento e postura.

Modo de processar a informação

O modo de processar a informação na PNL aborda a maneira de cada pessoa captar a informação. É interessante observar que as pessoas se guiam de formas diferentes: visão, audição, sensações.

Como adotar a PNL no cuidado com idosos?

Como vimos, a programação neurolinguística trabalha a mente de forma que possamos desenvolver nossos objetivos e focar no pensamento positivo. Ela pode ser utilizada em qualquer profissão, incluindo o cuidador de idosos.

Nesse caso, a PNL ajuda ao cuidador a gerar novos comportamentos em relação ao idoso. Acima de tudo, transformar o seu pensamento em busca da felicidade profissional. Além de ajudar a enfrentar os problemas da profissão de maneira mais leve.

A PNL também trabalha com a ideia da empatia. Que basicamente pode ser entendida como o ato de se colocar no lugar do outro.

A empatia é fundamental para lidar com pessoas. Principalmente quando estão em situação mais vulnerável. Importante para entender a sua situação e suas dores. Pensar formas de tornar a vida desse indivíduo mais feliz.

Ou seja, é fundamental exercitá-la para construir um melhor relacionamento, tanto com os idosos quanto com seus familiares.

Além de trazer benefícios para sua mente, a PNL pode ser um diferencial na tarefa de cuidador de idosos. Justamente por trabalhar os hábitos e modos de tornar a vida mais agradável. Além de, manter o foco e buscar executar o trabalho da melhor forma possível.

As técnicas de PNL podem lhe ajudar a conquistar os seus objetivos, sejam pessoais ou profissionais. Procure mais informações sobre o assunto e passe encarar as diversas situações da vida de outra maneira.

Se você quer saber mais sobre PNL e como essa técnica pode ser fundamental para se tornar um bom cuidador de idosos, não perca tempo: entre em contato com a gente agora mesmo!

Escreva um comentário

Share This