A atividade física é cada vez mais fundamental para os idosos.  Com regularidade, ela surge como um meio de promoção à saúde e qualidade de vida. No Brasil já existem diversos programas destinados à população idosa para prática de atividade física.

A prática de exercícios físicos para idosos traz muitos benefícios como: gerenciamento de doenças crônicas, reduz os riscos da baixa capacidade física, aumenta a longevidade, desacelera as alterações fisiológicas do envelhecimento, melhora as alterações da composição corporal causada pelo envelhecimento, diminui os riscos de doença do coração, fortalece a massa óssea e a massa muscular, promove bem-estar psicológico e cognitivo, entre outros.

Hoje vivemos um momento muito delicado por conta de um vírus e não podemos ter convívio social e nem mesmo sair de casa, então essa situação é muito complicada para a rotina dos idosos que praticam atividade física.

Como irão se exercitar sem sair de casa?

Será que dá para se manter ativo dentro de casa?

Claro que sim.

Uma opção como atividade aeróbica seria a dança, pois trabalha diversos músculos, ajuda da coordenação e equilíbrio, além de trazer prazer e diversão.

Uma opção de treino de força seria os exercícios funcionais que são aqueles que fazemos no nosso dia a dia, como agachar, puxar, empurrar.  Esses exercícios podem ser adaptados com os materiais que temos em casa.  Por exemplo, garrafas pet cheias com água podem substituir os alteres que usamos para fazer nosso treino de musculação.

Viu? Mesmo em casa não precisamos ficar parados sem fazer nossas atividades.  Até porque nesse momento que estamos vivendo, a atividade física é de extrema importância para ativar o sistema imunológico e estimular o sistema de defesa contra infecções.

 

Mas, lembre-se, o idoso só pode praticar esses exercícios físicos em casa com a autorização do seu médico e caso necessário, acompanhado do cuidador (a).

Daiane Carvalho
Enfermeira

 

Se precisar de alguma informação, entre em contato pelo Whatsapp. 

× Fale com a Dila!