A pele do idoso está mais sujeita a alterações quando comparada a pele de uma pessoa mais jovem. Isso acontece porque o organismo vai perdendo substâncias e nutrientes essenciais para o viço e a elasticidade da pele ao decorrer da vida.

Sabendo da importância desse tema, este artigo traz 5 dicas de cuidados com a pele na terceira idade que você precisa conhecer. Confira!

1. Usar protetor solar diariamente

A incidência de raios solares prejudica a pele e pode provocar sérios danos a saúde, como o câncer de pele. Por isso, o uso de protetor solar é um hábito que deve ser cultivado por todos quanto antes.

O protetor solar atua como um filtro contra os raios ultravioletas e retarda os sinais de envelhecimento na derme (segunda camada da pele humana). Como a pele do idoso está mais fragilizada, é muito importante que o cuidador de idosos aplique o protetor solar antes que ele saia na rua, mesmo em dias nublados, e até quando estiver em casa.

2. Evitar banhos quentes

Banhos muito quentes são bem relaxantes em dias frios, não é mesmo? Porém, esse hábito pode causar ressecamento e, consequentemente, envelhecimento da pele.

Como os idosos têm a derme mais sensível, a água quente pode agravar o problema. Também, existe a chance de causar vermelhidão e descamações em várias partes do corpo. Por isso, é mais recomendado o uso de água morna em banhos não demorados.

3. Promover a hidratação da pele

O organismo de uma pessoa da terceira idade costuma eliminar mais água. Esse fato acarreta ressecamento da pele e rachaduras em várias partes do corpo, como em cotovelos, joelhos, calcanhares e lábios.

Por isso, é importante que o cuidador de idosos tenha o hábito de hidratar o seu paciente. A ingestão de água e sucos deve ser frequente, assim como o consumo de alimentos que reponham os sais minerais. Não se esqueça do uso diário de cremes hidratantes!

4. Evitar o consumo de álcool e cigarro

Todos nós sabemos que a ingestão de álcool e o hábito de fumar causam sérios e irreversíveis danos à saúde, não é? A pele, também, sofre os malefícios desses costumes, pois estimulam a formação de radicais livres, moléculas que podem ser tóxicas ao organismo quando produzidas em excesso.

É importante alertar o idoso sobre as consequências de consumir bebidas alcoólicas e o vício de fumar. Se possível, orientá-lo a trocar esses hábitos por passeios ao ar livre ou ouvir uma boa música, por exemplo.

5. Manter uma alimentação saudável

A alimentação saudável e balanceada fornece ao organismo todos os nutrientes e vitaminas necessários para o seu bom funcionamento. A pele, também, ganha mais elasticidade e luminosidade quando se come bem!

Incentivar e estimular o idoso a alimentar-se bem é uma das funções de um cuidador de idosos. Alimentos como frutas, verduras e legumes devem fazer parte da dieta de uma pessoa da terceira idade. Por outro lado, frituras e gorduras devem ser evitadas ao máximo.

Além dessas dicas, é importante ressaltar que o uso de certos medicamentos podem provocar o envelhecimento da pele do idoso. Por isso, para uma boa conduta nos cuidados com a pele na terceira idade, converse com o médico do paciente e mantenha-se informado sobre as possíveis reações dos fármacos.

Gostou das dicas? Compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais. É importante que mais pessoas conheçam essas informações!

Escreva um comentário

Share This