Categoria

Saúde

Categoria

Doença sexualmente transmissível em idosos?

Sim. Mas quando se trata de um tema como “Doença Sexualmente Transmissível” não é previsto que o grupo de idosos se encaixe nesse quadro. Pensar desta forma nada mais é que um ato de preconceito, tanto da sociedade, quanto do próprio idoso que não busca orientações sobre a sexualidade por medo do julgamento. A sexualidade na velhice ainda é um assunto pouco discutido no campo da saúde. E também é pouco percebido e entendido pela sociedade, pelos próprios idosos e pelos profissionais de saúde. Existem diversas doenças sexualmente transmissíveis que podem afetar o idoso, assim como pessoas de várias idades. Basta ter a vida sexual ativa, porém é preciso destacar o cuidado com a contaminação com o HIV, vírus da AIDS. “O aumento do número de idosos vivendo com HIV/ AIDS no Brasil e em outros países mostra a necessidade e importância dos profissionais de saúde ‘reolharem’ para sua atuação,…

Conhecendo a Acupuntura. Parte 2

Para entender a Medicina Tradicional Oriental (MTO), precisamos abrir um pouco mais o nosso olhar, alcançando os países do Oriente Antigo como a China, a Coreia, a Índia, o Egito e o Japão. Culturas detentoras de conhecimentos milenares sobre as Ciências do Universo. Na cultura desses países não falamos em doenças, mas em desequilíbrios energéticos no corpo físico da pessoa. Vejamos a manifestação chamada de “dor de cabeça” ao visitarmos um posto de saúde ou a emergência de um hospital. De forma prática o problema seria resolvido com a indicação de uma determinada fórmula química e que resulte no alívio para essa dor. Se a dor desaparecer, problema resolvido. Se a dor voltar e se transformar em algo recorrente, será necessária uma pesquisa mais apurada. As Medicinas Orientais buscam a origem do desequilíbrio, algo além de observar as manifestações daquela suposta doença. A mesma “dor de cabeça” iniciará vários questionamentos…

As disfunções da Tireoide

A glândula tireoide se localiza no pescoço e tem a função de regulação hormonal. Responsável pela produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina), ajuda na regulação de vários órgãos importantes e fundamentais para o bem estar do paciente, como cérebro, coração, fígado e rins. A disfunção dessa glândula é chamada de Hipertireodismo ou Hipotireodismo. No Hiper, a tireoide tem um aumento na produção dos hormônios e no Hipo, uma queda nessa produção hormonal. SINTOMAS NA DISFUNÇÃO DA TIREOIDE HIPERtireoidismo HIPOtireoidismo Perda de peso inesperada Ganho de peso inexplicável Batimentos cardíacos rápidos ou irregulares Batimentos cardíacos lentos Sudorese e irritabilidade excessivas Pele seca, descamação e rugosidade Olhos inchados Olhos inchados Fadiga, fome excessiva e intolerância ao calor Fadiga e sensibilidade ao frio Dificuldade para adormecer ou insônia Ronco ou sonolência Mudanças de humor ou nervosismo Depressão, difusão sexual e letargia Menstruação irregular Menstruação irregular Diarreia e tremor Constipação…

Conhecendo a Acupuntura. Parte 1

Num sentido estrito, a Acupuntura, ou o uso terapêutico pelo uso da agulha, compreende a prática exercida por pessoas especificamente treinadas na arte de entender o funcionamento do corpo energético, segundo a Medicina Tradicional Chinesa, herança de uma cultura e de um povo com mais de 5.000 anos de história. Na verdade, os acupunturistas utilizam uma variedade de ferramentas e técnicas, desde as agulhas descartáveis até aparelhos de Eletroacupuntura e Lasers. Isso abrange técnicas como a moxabustão, uma terapia de calor aplicada nos pontos de acupuntura causando o alívio de dores e eliminando as estagnações energéticas. A Ventosaterapia, que é o estímulo de sucção, de forma bem específica para determinadas patologias. A Ariculoterapia, pela análise dos pontos de correspondência no corpo humano. E as técnicas de relaxamento, com o intuito de promover a cura física e espiritual. Perguntas frequentes sobre Acupuntura: Como entender a Acupuntura? Seus princípios estão baseados na…