Categoria

Cuidador de idosos

Categoria

Por que se especializar em cuidados de idosos com doenças mentais?

Em um cenário tão dinâmico e competitivo como o atual, é cada vez mais comum a busca por oportunidades de carreira diferenciadas e específicas. Assim, a profissão de cuidador de idosos tem se destacado entre as áreas de atuação mais valorizadas no mercado de trabalho. Muitas famílias não se sentem preparadas para tomar conta de pessoas com idade avançada, afinal de contas, apesar de muito especial, a velhice é uma fase da vida que exige acompanhamento e cuidados peculiares, ainda mais se o idoso for acometido por doenças próprias da idade. Por isso, a atividade na área tem se apresentado como uma excelente oportunidade profissional. Ficou interessado no assunto? Então, continue a leitura e descubra por que investir em uma especialização para cuidadores de idosos com doenças mentais. Por que se especializar na área de cuidador de idosos com doenças mentais? Segundo o IBGE, entre 2012 e 2017 o número de pessoas na terceira…

Fique por dentro dos maiores benefícios da hidroginástica para idosos

A prática de atividade física é indicada para todas as idades, e, quando uma pessoa entra da terceira idade, ela se torna ainda mais essencial, pois, nessa fase, o corpo passa por inúmeras transformações. A perda da massa muscular, o enfraquecimento dos ossos, a queda na capacidade aeróbia, dentre outros que prejudicam diretamente a qualidade de vida, são algumas delas. Para ficar longe desses problemas e ter um envelhecimento saudável, o ideal é procurar uma atividade que afaste do sedentarismo e proporcione o bem-estar, como a hidroginástica para idosos. Essa atividade promove uma série de benefícios físicos e mentais, ideais para que a pessoa se sinta mais ativa e de bem consigo mesma. Por essa razão, neste artigo, listaremos cinco benefícios da hidroginástica para idosos e mostraremos por que essa é atividade ideal para essa fase da vida. Quer saber quais são? Continue a leitura! Equilíbrio para o corpo Com o…

Relação conturbada entre idoso e família: como se comportar?

Se por um lado conviver com idosos é muito bom devido a sabedoria e a experiência de vida que eles têm para passar, por outro, pode ser um verdadeiro desafio. Isso acontece, pois, ao se verem na situação de limitação e dependência, essas pessoas tendem a ficar teimosas e não aceitar sugestões da família ou de um cuidador profissional. Dessa forma, faz com que a relação entre o idoso e família seja conturbada. Nessa situação, o cuidador precisa ter muita cautela e discernimento para não tomar nenhuma atitude que prejudique o paciente e nem desagrade a família contratante. Neste artigo separamos algumas dicas para lidar com a relação conturbada entre o idoso e a sua família, para evitar esse tipo de situação constrangedora. Continue a leitura e saiba como agir nessas situações! Seja neutro Ao ser contratado por uma família para cuidar de um ente querido, o cuidador de idoso precisa ter a postura profissional adequada…

Como lidar com idoso teimoso? Entenda aqui!

Com o envelhecimento, os idosos se vêem diante da fragilidade de depender de outra pessoa para realizar tarefas que antes eram cotidianas. Isso, aliado à sua experiência de vida e carga mental inerentes à idade, pode fazer com que se torne uma pessoa teimosa e resistente à ajuda do cuidador ou mesmo do familiar. Mas, como lidar com um idoso teimoso no dia a dia? A resposta para essa pergunta está em pequenas atitudes adotadas ao longo dia, que vão fazer toda a diferença. Para saber algumas delas e colocá-las em prática, leia este artigo até o final! Demonstre empatia A empatia é a habilidade que uma pessoa tem em se colocar no lugar do outro, procurando entender os motivos que o levam a ter determinados comportamentos. Demonstrar a empatia é uma das características fundamentais de um cuidador porque é preciso entender que o idoso está passando por um momento de fragilidade, tanto físico…

Acompanhante de idosos e cuidador de idosos: entenda as diferenças

A população idosa está crescendo no Brasil e as famílias, com rotinas de trabalho intensas, estão cada vez mais preocupadas em cuidar melhor dos seus entes queridos. Para isso, contratam profissionais dedicados a manter a qualidade de vida do idoso, fazendo com que esse segmento demande mais mão-de-obra. Para quem se interessa por essa área, existem duas opções de atuação: cuidador e acompanhante de idosos. Você sabe a diferença entre elas? Neste artigo explicamos o que faz cada um desses profissionais e ainda damos dicas práticas para quem quer iniciar na profissão de cuidador. Vamos lá? O que faz um acompanhante de idosos? Como o próprio nome diz, esse profissional tem como principal função acompanhar o idoso. Apesar de ser confundido com o cuidador, o acompanhante tem mais flexibilidade em relação ao trabalho. A atuação desse profissional está mais ligada ao lado social do cuidado com o idoso. Cabe a ele…

Cartilha de Prevenção de Quedas de Idosos

Quando se trata do bem estar de um idoso, todo cuidado é necessário! O Brasil se tornou um país com um grande quantitativo de idosos e, isso se dá pela junção de alguns fatores, sendo alguns a melhoria na expectativa de vida, o avanço da ciência e da medicina, além de outros fatores. Conforme Censo populacional realizado pelo IBGE, a quantidade de pessoas idosas cresce a cada dia e, a expectativa é de que se mantenha crescendo e, que até o ano de 2025 tenhamos no Brasil uma população de pessoas idosas de cerca de 33 milhões. As mudanças pelas quais o corpo passa durante o processo de envelhecimento determinam algumas mudanças de comportamento e assim também a necessidade de adaptações referentes à nova estrutura corporal das pessoas idosas. Amor carinho e uma boa experiencia! Uma adaptação significativa se refere à prevenção de quedas, uma vez que estas são, recorrentemente,…

Seja parte da família Dila Oliveira, novos cursos disponíveis!

A Escola de Cuidadores de Idosos Dila Oliveira oferece no mês de novembro em Nova Iguaçu e Bonsucesso cursos com custos baixos e de curta duração na área de saúde A capacitação é fundamental na hora de concorrer para vaga de emprego. “Sinais Vitais”, “Básico Primeiro Socorros”, “Cuidador de Idoso”, “Básico Massoterapia” e “Curativo” com abordagem da teoria à prática. Acesse nosso site! Através da sua Escola de Cuidadores de Idosos Dila Oliveira, a pedagoga e coach Herica Oliveira promove qualificação profissional com cursos de apoio para quem quer seguir a carreira na área de saúde ou aquele aluno que apenas quer se informar para cuidar de familiares doentes. Portanto, com turmas nos municípios do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense os cursos livres são para consumidores exigentes. Todavia, o diferencial é o baixo custo. Acrescido da ótima qualidade do conteúdo ministrado por competentes profissionais. – Nossos cursos são teóricos…

6 vantagens do curso de cuidador de idosos. Confira!

Em tempos em que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e as boas oportunidades de trabalho estão mais raras, focar no desenvolvimento da carreira e investir em capacitação profissional certamente é um diferencial. Uma das áreas que tem sido bastante promissora, em virtude do envelhecimento da população brasileira, é a de cuidador. No entanto, para desempenhar essa função é preciso ter uma capacitação específica e, por isso, neste artigo vamos mostrar para você quais as vantagens do curso de cuidador de idosos. Fazer um curso específico não é um gasto e sim um investimento pessoal e profissional. Então, se você ainda não está convencido sobre os benefícios de ter uma formação destinada a essa área de atuação, leia este post até o final que, provavelmente, mudará de opinião. Está preparado? Vamos lá! 1. Especialização Atualmente, há uma grande procura por pessoas que se especializam em determinada área, por deter…

Autoconhecimento profissional: por que o cuidador de idosos deve ter?

A profissão de cuidador de idosos é uma área em expansão e vem, a cada ano, atraindo mais interessados em razão de seu potencial de crescimento no mercado. Se você quer obter êxito no ramo, é essencial desenvolver algumas habilidades básicas. O autoconhecimento profissional é uma ferramenta poderosa para isso. Antes de mais nada, conhecer-se é descobrir suas potencialidades, competências, saber o que você faz bem e onde deve melhorar. É também a prática de observar e valorizar suas emoções e fragilidades, assim como as qualidades que possui.  Continue a leitura e entenda porque é tão importante desenvolver o autoconhecimento profissional na carreira de cuidador de idosos. Autoconhecimento pessoal O autoconhecimento pessoal é o ponto de partida para explorar suas qualidades e  habilidades, e começar a praticá-las. Por outro lado, os pontos fracos também existem e devem ser trabalhados a fim de se aperfeiçoar e melhorar o seu relacionamento com o mundo externo — aumentando também a empatia. Dessa forma,…

Lei dos Idosos: 4 coisas que todo cuidador deve saber.

A população acima dos 60 anos aumentou consideravelmente no Brasil nos últimos anos. E, com isso, aumentaram também os direitos que dizem respeito a esse grupo, bem como o interesse geral em conhecer mais profundamente as leis que tratam especificamente do direito dos idosos.  O Estatuto do Idoso no Brasil (Lei 10.741/2003) versa sobre os direitos dessa parte da população e incide sobre quais são os deveres da família, da sociedade e do Poder Público para dar garantias a esses cidadãos.  Os responsáveis e os cuidadores de idosos precisam conhecer essas leis, a fim de promover a saúde e o bem-estar dos anciãos. Além disso, exercer os princípios básicos da cidadania é dever e direito de todos. Conheça a seguir alguns itens essenciais sobre a lei dos idosos e de que maneira ela deve ser colocada em prática! 1. Uso do transporte coletivo Antes do Estatuto do Idoso, apenas algumas cidades brasileiras asseguravam aos idosos o direito…