CATARATA

CONHEÇA OS SINTOMAS!

Se o mundo está ficando um pouco nebuloso, você pode estar com catarata

A catarata são áreas nebulosas nos olhos que podem causar alterações na visão. Os sintomas da catarata incluem visão turva ou difusa e sensibilidade ao brilho. A catarata é tratada com cirurgia.

O que causa a catarata?

A catarata aparece quando ocorre o acúmulo de proteína no cristalino (lente natural dos olhos,o que torna a visão turva. Quando não tratada pode levar à perda da visão.

​F​atores que aumentam o risco de catarata:​

Idade​

Diabetes

Beber quantidades excessivas de álcool

Exposição excessiva à luz solar

Exposição à radiação ionizante, tal como a utilizada nos raios X e radioterapia para câncer

História familiar

Pressão arterial elevada

Obesidade

Lesão ocular prévia ou inflamação

Uso prolongado de medicamentos como os corticosteroides

Tipos de catarata:

Relacionado à idade.  A partir dos 60 anos a probabilidade aumenta.

Congênita.   A pessoa nasce com catarata . Pode ser causados ​​por infecção, lesão ou mau desenvolvimento no útero. Ou podem se formar na infância.

Secundário. Estes acontecem como resultado de outras condições médicas, como diabetes. Eles também podem resultar de estar perto de substâncias tóxicas, luz ultravioleta ou radiação, ou de tomar medicamentos como corticoides ou diuréticos.

Traumática. A catarata surge após uma lesão no olho.

Sintomas da catarata

Visão nublada. O cristalino – lente natural dos olhos -, começa a ficar nublado dificultando a visão. Algumas cataratas podem não precisar de tratamento. Em casos mais agudos é necessário cirurgia.

Como é a catarata?

O cristalino é normalmente claro o permite que a luz passe para a parte posterior dos olhos permitindo que se enxergue normalmente. Quando ocorre a catarata, o cristalino fica turvo por conta de depósito de proteínas e a  visão fica nebulosa e parecendo que se está vendo o mundo através de uma janela embaçada. Em casos mais avançados as imagens aparecem esbranquiçadas.

Causas da catarata
  • Envelhecimento (catarata relacionada à idade)
  • Superexposição à radiação ultravioleta (UV), como da luz solar, cabines de bronzeamento ou solários
  • Diabetes, especialmente quando os níveis de açúcar no sangue estão acima da faixa de segurança.
  • Doença no interior do olho, tais como o glaucoma, retinite pigmentosa ou descolamento da retina
  • Uso prolongado de medicamentos esteroides
  • Raios-X frequentes ou tratamentos de focados na cabeça
  • Histórico familiar. Uma pessoa pode herdar a tendência para desenvolver a catarata
  • Lesão ocular
  • Ou ainda ser congênita
Tratamento da Catarata

A cirurgia é o único método eficaz para tratar a perda de visão causada pela catarata. É um procedimento comum que envolve a troca do cristalino natural por um sintético chamado implante de lente intraocular (LIO). Por vezes, uma LIO não é usada, e óculos ou lentes de contato podem compensar. Hoje não se espera mais a doença progredir para operar – com os primeiros sintomas e o diagnóstico precoce, o paciente já pode ser direcionado para a cirurgia. Isso é importante para evitar o avanço da doença para complicações permanentes, além de manter a qualidade de vida do paciente.

No entanto, algumas pessoas com catarata se dão muito bem com a ajuda de óculos, lentes de contato e outros auxílios visuais, podendo optar por não fazer a cirurgia. Por vezes, uma catarata precisa ser removida devido a outra doença dos olhos, tais como a retinopatia diabética ou DMRI. Em alguns casos, a catarata tem de ser removida para que o oftalmologista possa tratar uma doença que esteja afetando a retina. As opções para o tratamento da catarata em crianças dependem de como a doença está interferindo com o desenvolvimento da visão normal. Cabe ao paciente decidir se a catarata está afetando sua visão e o cotidiano o suficiente para fazer uma cirurgia.

Vale reforçar que a cirurgia  da catarata é simples e rápida e feita um olho de cada vez

Fato curioso: as clínicas de oftalmologia normalmente operam o mesmo olho de todos os pacientes na semana e em seguida o outro. Numa semana só olhos direito, na outra, só esquerdo. Por quê? Para evitar risco de errar os olhos

1 Comment

  1. Pingback: Quais as características de um cuidador de idoso? Veja se você tem perfil - Blog da Dila Oliveira - Curso de cuidador de idosos

Escreva um comentário

× Fale com a Dila!