Realizar a higiene bucal dos pacientes acamados é de extrema importância para evitar doenças, como cárie, gengivite, periodontite e até levá-las para o organismo.

A higiene bucal deve ser realizada após cada refeição.  Se sozinho o idoso consegue fazer essa tarefa, o cuidador deve incentivá-lo a separar o material para a limpeza e posicionar o paciente próximo a pia, pois isso ajuda no autocuidado.

Se o idoso usa prótese dentária é preciso ser removida com cuidado para não cair e escová-la com creme dental específico para essa finalidade. No caso de idoso, a limpeza da boca é para ser feita com escova de cerdas macias ou um abaixador de língua. Usar uma gaze umedecida com água e enxaguar bem toda a cavidade bucal. Depois de a higiene oral colocar a prótese molhada, pois ela seca pode machucar a gengiva.


DOENÇAS DA BOCA:

CÁRIE: acontece quando tipos de bactérias produzem ácidos que destroem o esmalte do dente ocasionando um furo nele.

GENGITIVE: inflamação da gengiva onde ocorre vermelhidão, inchaço e sangramento do tecido.

PERIODONTITE: forma mais grave, onde pode ocorrer perda dos dentes.


DICAS IMPORTANTES!

A MÁ HIGIENE BUCAL pode ocasionar doenças cardíacas. É IMPORTANTÍSSIMO MANTER A HIGIENE BUCAL DIÁRIA DO IDOSO, mesmo que ele não tenha os dentes. Com o envelhecimento a mucosa fica mais fina e a prótese pode se desajustar, consequentemente machuca a gengiva ocasionando foco de bactéria.


ATENÇÃO!

 Leve o idoso ao dentista periodicamente para avaliar a saúde da boca e ajustar a prótese.

Cuide do sorriso do seu idoso!

Se precisar de alguma informação, entre em contato pelo Whatsapp. 

× Fale com a Dila!